Em um jogo pegado e difícil, onde o primeiro tempo teve de tudo, gol de falta, empate na raça e virada do Desportivo.


O jogo se manteve equilibrado boa parte do primeiro tempo, mas Juan, zagueiro do Desportivo deixa a bola bater em seu braço próximo a marca de 7 metros, em uma falta fatal, Denilson dos Soberanos abre o placar, com resultado a seu favor, o alvi-verde recua e o Desportivo vai com o que tem pra cima, a pressão é forte, até que consegue... Aos 7 minutos o empate acontece em uma jogada de triangulação, com assistência de Caio e finalização de Goltara.


Sentindo o gol o Soberanos se perdeu em campo, deixando a equipe tricolor dominar o jogo, a virada não demorava, até que Jacó, treinador do Capixaba entendeu o momento e colocou Rangel em campo, a correria do camisa 22 deu resultado e a virada sacramentou a boa fase da equipe do Desportivo em campo.


O segundo tempo começa com o Soberanos marcando pressão, enquanto o Desportivo aguardava um erro, aos 5 minutos, Caio acerta um lindo chute de fora da área que surpreende o arqueiro rival e amplia o marcador. Com a desvantagem a equipe de Café, Denilson e companhia correm contra o tempo. Se não fosse pela noite péssima da arbitragem, o placar teria sido ampliado novamente em uma jogada individual de Rangel, porém o juizão viu falta no lance, falta contra a equipe do Desportivo.


Já na reta final, água mole em pedra dura... Em um chute despretensioso Denilson volta a marcar e chega próximo do empate, empate esse que ensaiou sair em um shoot out marcado para a equipe alvi-verde que Denilson desperdiçou.


Fim de jogo, Desportivo 3 X 2 e mantém os mesmos 3 pontos de Soberanos, e fica a 3 pontos do Street, porém com 1 jogo a menos.

Próxima rodada enfrente o Rejeitados, jogo adiado da primeira rodada em busca de igualar a pontuação do líder do grupo.

Imagens e Anexos